Ir direto para menu de acessibilidade.

destaque

Página inicial > Notícias > Fundação Cultural do Pará lança programa Leitura Por Todo Pará no arquipélago do Marajó
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Fundação Cultural do Pará lança programa Leitura Por Todo Pará no arquipélago do Marajó

  • Publicado: Segunda, 21 de Junho de 2021, 15h05
  • Última atualização em Segunda, 21 de Junho de 2021, 15h05
  • Acessos: 512
imagem sem descrição.

O Governo do Estado, por meio da Fundação Cultural do Pará, dá início ao programa Leitura Por Todo Pará com o objetivo de fomentar a cultura literária da região, além de capacitar agentes culturais em atividades educacionais para todo o território paraense. Em sua primeira etapa, a região do Marajó recebe uma série de eventos, realizados de forma online, a partir desta segunda-feira (21).

A FCP, segundo planejamento e organização da Diretoria de Leitura e Informação, pretende atuar como mediadora e formadora de novos profissionais locais, que atuarão como multiplicadores, estendendo ações de fomento à leitura a uma parcela cada vez maior da população.

Posteriormente o programa realizará distribuição de acervo literário para a região, buscando criar um legado cultural no arquipélago paraense, além de estimular cada vez mais a cultura e a educação por meio do consumo da cultura literária.

Segundo a coordenadora de promoção editorial da FCP, Neila Garcês, o trabalho realizado conta com a fundamental parceria entre a Fundação e as secretarias de Cultura e de Educação dos municípios paraenses, além de ter apoio das bibliotecas públicas do Marajó, não apenas para realização, mas também ao divulgar o evento nas próprias comunidades, popularizando o acesso às formações e integrando cada vez mais o público interessado.

“Por ser um evento virtual, sua importância é a possibilidade de nós agregarmos todos os municípios da região do Marajó em um grande intercâmbio cultural. O engajamento da população acaba fortalecendo a realização de outras atividades, mesmo que independentes da Fundação Cultural do Pará, o que nós enxergamos como uma sustentabilidade social do projeto”, comenta Neila.

Confira a programação completa aqui.

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página