Ir direto para menu de acessibilidade.


Página inicial > Notícias > Exposição "O Futuro é Mulher" abre hoje na GTB e discute o protagonismo feminino na arte
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Exposição "O Futuro é Mulher" abre hoje na GTB e discute o protagonismo feminino na arte

  • Publicado: Quarta, 11 de Março de 2020, 12h15
  • Última atualização em Quarta, 11 de Março de 2020, 12h15
  • Acessos: 163
Arte do artigo: Vivi Menna | Arte da capa/portal: Lara Dahas
imagem sem descrição.

29 artistas reunidas em uma mostra coletiva, com o intuito de celebrar a potência da produção artística de mulheres e questionar o protagonismo masculino nos espaços de cultura. Esse é o mote da exposição “O Futuro é Mulher”, que abre hoje na Galeria Theodoro Braga às 19h. A mostra receberá visitação até o dia 10 de abril, sempre de segunda a sexta, das 9h às 19h.

Realizada pelo Governo do Estado por meio da Fundação Cultural do Pará, a exposição é a afirmação política da importância de discutir representatividade dentro da cena artística, na qual ainda predomina a hegemonia masculina. “[Em exposições,] o número de mulheres artistas é, em proporção, bem menor que o de artistas homens. O que isso representa para as artistas mulheres?”, questiona a artista e arte-educadora Eliane Moura, técnica em gestão cultural da FCP. “Precisamos lembrar a tradição ‘maluvida’ da arte feminina, que por séculos foi silenciada em salões, catálogos, museus, e que em sua persistência eresistência segue por novos caminhos”.

Focada na mulher não mais como objeto da arte, mas sim como sujeito que representa sua própria vivência, a exposição destaca o trabalho de novas artistas que vêm fortalecendo a discussão de gênero dentro da cultura, além de abrir espaço para o diálogo entre elas e o acervo da Fundação. “Perde-se a objetificação do corpo feminino e parte-se para um novo lugar de fala: a mulher que diz da mulher, de si e de seus pares”, pontua Eliane. “Notamos hoje uma explosão de novas artistas trabalhando incansavelmente nas mais diversas técnicas: pintura, fotografia, performance, vídeo, arte gráfica, gravura digital, além de outras manifestações em arte e novas tecnologias”.

“O Futuro é Mulher” celebra ainda os coletivos de jovens artistas mulheres, a criação de novos espaços e a produção independente. “A independência artística é urgente para a mulher que foi por tanto tempo estigmatizada. Assim, O Futuro é Mulher torna-se o hoje, o agora, pois para as mulheres artistas o tempo já foi cruel demais”, resume Moura. É a partir desta perspectiva de futuro, voltada para a equidade artística e de gênero, que a exposição declara seus votos de livre trânsito para as mulheres no mundo e na arte.

 

Serviço

Exposição “O Futuro é Mulher”

Abertura: 11 de março, às 19h

Visitação: de 11 de março a 10 de abril, das 9h às 19h

Entrada franca

registrado em:
Fim do conteúdo da página