Ir direto para menu de acessibilidade.


Página inicial > Notícias > FCP homenageia servidoras em programação de Dia das Mães
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

FCP homenageia servidoras em programação de Dia das Mães

  • Publicado: Sexta, 10 de Maio de 2019, 15h41
  • Última atualização em Sexta, 10 de Maio de 2019, 15h41
  • Acessos: 83
imagem sem descrição.

Na manhã desta quinta-feira, a Fundação Cultural do Pará realizou homenagem às servidoras por ocasião do Dia das Mães. A programação foi promovida pela Diretoria de Administração e Finanças e pela Coordenadoria de Gestão de Pessoas, com apoio das demais diretorias voltadas para cultura, arte, leitura e tecnologia.

O evento do dia 9 foi o desfecho de uma agenda comemorativa que iniciou na quarta-feira, com a roda de conversa “Mãe, mulher, profissional, guerreira: quem é este ser?”, facilitada pelo psicólogo Francisco Aires. Recepcionadas na quinta pela equipe da CGP, com uma calorosa fala exaltando a importância da força de trabalho feminina, as servidoras da Fundação usufruíram de um vasto café da manhã no hall do teatro Margarida Schivasappa. Em seguida, ocorreu um momento cultural para as participantes no Cine Líbero Luxardo, com apresentação musical de Maurício Panzera e Eva Loren, além de leitura e interpretação de textos poéticos.

Apesar da intensa agenda de reuniões, o presidente da FCP João Marques reservou um tempo para prestigiar a programação, ocasião em que discursou brevemente aos presentes. “Nossa gestão entende a relevância de encontros como esse, em que a gente possa olhar nos olhos dos colaboradores e estabelecer um vínculo de proximidade”, pontuou, destacando também a numerosa participação do público interno. “Fico muito feliz que estejamos com um público expressivo neste momento importante, e eu desejo um feliz dia das mães a todas as nossas servidoras”.

O diretor de Interação Cultural Almir Santos enfatizou a importância da figura da mãe na formação das pessoas de um modo geral. “A mãe é o rosto do sucesso de alguém. É muitas vezes ela quem está por trás de toda a construção de uma personalidade confiante e bem-sucedida, graças à sua dedicação, afeto e ao presente maior que é a vida em si”, ponderou. Kauê Maués, diretor de Administração e Finanças, também ressaltou o simbolismo de dedicar um espaço institucional para marcar a data. “Reconhecer o empenho dessas profissionais, que muitas vezes possuem jornadas duplas ou triplas de trabalho, é uma forma de valorizar quem faz a Fundação acontecer todos os dias, independente de qual seja a função exercida”.

registrado em:
Fim do conteúdo da página