Ir direto para menu de acessibilidade.


Página inicial > Notícias > Alunos do projeto Ribeirinho da Paz visitam a sede Fundação Cultural do Pará
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Alunos do projeto Ribeirinho da Paz visitam a sede Fundação Cultural do Pará

  • Publicado: Quinta, 14 de Maio de 2015, 12h50
  • Última atualização em Sexta, 25 de Dezembro de 2015, 04h13
  • Acessos: 1144

 

A Fundação Cultural do Pará - FCP recebeu visita, na última quarta-feira (13), uma comitiva de pais e alunos da Escola anexo do Urubuoca “Marta da Conceição”, que faz parte do projeto Ribeirinho da Paz, realizado por integrantes da Companhia Fluvial da Policia Militar. Cerca de 30 crianças na faixa etária de 6 a 12 anos acompanhados dos pais e professores participaram da visita.

O projeto existe ha três anos e é voltado para comunidades ribeirinhas, que tem como objetivo o acompanhamento pedagógico e social da criança com a inserção do esporte, com a prática da arte marcial, no caso, o jiu-jitsu. Essa ação é feita em regiões das ilhas próximas da Capital, especificamente, na ilha de Urubuoca, onde fica a base da Companhia Fluvial da PM.

O capitão da Companhia Fluvial da PM, Gilberto Drago, declara que esta ação é feita por policiais da Companhia Fluvial, desde a organização até execução das aulas, oferecendo suas folgas para fazer esses trabalhos coma as crianças. “Ver como um pai de família, a alegria, o esforço das crianças saírem de casa cedo, para participar das aulas de jiu-jitsu, é muito gratificante. Ver um sorriso de uma criança quando se começa a atividade, não é só a prática da aula, temos a parte lúdica da brincadeira, da interação social que promovemos é muito bom”, informa o capitão da PM.

José Moraes, 37 anos, morador de Ilha Nova, está acompanhando os filhos Eduardo e Carlos, de 8 e 6 anos, respectivamente. Ele informa que está visitando a fundação pela segunda vez, a convite da PM. “Estou vendo que esta sendo maravilhoso para as crianças e pais em conhecer o espaço. E para alguns pais e alunos está sendo a primeira visita na fundação”, explica.

Esse trabalho é feito dois dias na semana, e é feito o trabalho de inserção da disciplina escolar junto com a arte marcial, com acompanhamento de professores na prática da atividade escolar das crianças. Inserindo conceitos de cidadania na ação esportiva e na convivência com policias da própria companhia.

Durante a visita as crianças conheceram os espaços da Biblioteca Pública Arthur Vianna como a circulante, o espaço infantil, a gibiteca e a brinquedoteca.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página