Ir direto para menu de acessibilidade.


Página inicial > Notícias > Fundação Cultural do Pará promove oficina de restauro de livros
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Fundação Cultural do Pará promove oficina de restauro de livros

  • Publicado: Quinta, 14 de Maio de 2015, 13h05
  • Última atualização em Sexta, 25 de Dezembro de 2015, 04h04
  • Acessos: 1228

 

A Diretoria de Leitura e Informação da Fundação Cultural do Pará oferece a oficina de restauro de livros, voltada aos profissionais do segmento e pessoas interessadas no tema. A programação abordará as técnicas de restauração, das mais simples às mais complexas, em acervos literários públicos e privados.

A oficina está sendo ministrada pelo restaurador Waldinei Romano, formado na ABER (Associação Brasileira de Encadernadores e Restauradores), e também servidor da coordenação de Processamento Técnico, que restaura as obras do acervo da Biblioteca Pública Arthur Vianna, pertencente à Fundação.

Sobre as restaurações feitas na fundação, Romano explica que “os livros chegam em estado bem delicado, seja pelo manuseio ou uso inadequado. Às vezes a pessoa dobra ou estica demais, tira cópia e acaba danificando a costura. Quando o livro chega a um estado de perder folhas, ou se extraviarem partes dele, é que chegou o momento de ser restaurado. isso quando já não tem condições de uso, como é o caso de muitos aqui,” comenta.

Nesse momento a equipe da biblioteca seleciona e envia os livros para o departamento responsável pelo restauro das obras. “Sempre que a equipe da biblioteca tem algum livro com defeito, há um procedimento inicial que eles mesmos fazem, na tentativa de que a publicação não fique muito tempo fora do acesso do usuário. Eles mesmos colam uma folha, consertam aqui e ali”, conta o servidor.

“Quando os livros chegam aqui nós avaliamos a situação de cada um deles, até porque eles exigem procedimentos diferentes. Alguns vão precisar ser totalmente desmembrados, em um processo que envolvendo costuras, remendo nas folhas, etc, enquanto outros demandam apenas a reposição da capa ou de outra parte. O restauro mais simples pode durar 40 minutos, e o mais complicado pode demorar uma semana ou mais.”

A oficina de Restauro é ofertada todos os meses pela Fundação Cultural do Pará. Todo o conteúdo é repassado em um mês de atividades. A Fundação Cultural do Pará abrirá novas turmas nos horários da manhã e tarde. Os interessados podem entrar em contato com a Coordenadoria de Processos Técnicos pelo telefone 3202-4377.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página