Ir direto para menu de acessibilidade.


Página inicial > Notícias > Espetáculo “Caminhos” volta a ser apresentado nesta sexta-feira
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Espetáculo “Caminhos” volta a ser apresentado nesta sexta-feira

  • Publicado: Sexta, 26 de Junho de 2015, 12h58
  • Última atualização em Sexta, 25 de Dezembro de 2015, 04h15
  • Acessos: 1142

O espetáculo é resultado do primeiro Laboratório de Artes Cênicas do Curro Velho

“Eu vou prá Maracangalha, eu vou. (...) Eu vou convidar Anália, eu vou. Se Anália não quiser ir, eu vou só”, diz a letra de tão famosa canção do baiano Dorival Caymmi. E este lugar para onde se vai, lugar que buscamos, ainda que outros não queiram nos acompanhar, foi o mote utilizado para a criação do espetáculo “Caminhos”, do Laboratório de Artes Cênicas (LAC) do Núcleo de Oficinas Curro Velho. Nele, pequenas histórias de personagens anônimos nos fazem refletir esses caminhos tão diferentes, mas todos em busca de chegar à Maracangalha, à felicidade.

O espetáculo será reapresentado hoje (26/06), às 18h30, no Teatro do Curro Velho e é esperado um grande público, assim como ocorreu ontem – primeiro dia de apresentação. “Foi incrível, muito bom! E o final foi bem animado, com todo mundo cantando junto. Muito lindo!”, comenta Agnes Hanna, 17 anos, que assistiu à noite de estreia.

Além de “Maracangalha”, outras canções de letra forte estão presentes, como “Canto Para Minha Morte”, de Raul Seixas; “Azul da Cor do Mar”, de Tim Maia; “Ensaboa”, de Cartola; e “Canto das Três Raças”, de Clara Nunes.

O ator Nicolas Santos, 20 anos, conta que ficou feliz em integrar o projeto LAC, sendo ele Cria do Curro Velho desde os sete anos de idade. “Eu fazia teatro, depois fui para a dança e agora misturei tudo. Me emocionei muito, e fiquei também um pouco nervoso. Espero que o público venha novamente, vou orar de madrugada para que venha bastante, como hoje”.

A coordenação do primeiro LAC do Curro Velho foi realizada pela professora de teatro Ana Marceliano. “Eu estou muito feliz, satisfeita, acho que é um grau de autonomia muito legal que eles alcançaram. Eles estão fazendo a música, assumiram a direção, dramaturgia, cenário, tudo. A direção ficou com o Emanuel Moraes e o Daniel Silva, também alunos. São 15 pessoas que já faziam oficina no Curro Velho há muito tempo e foram selecionadas para fazer o laboratório”.

O laboratório foi composto por três módulos. No primeiro, o grupo participou de diversas oficinas artísticas, incluindo dança, circo, máscara e música. O segundo módulo foi voltado para a sala de aula, sobre como eles poderiam dar aula de teatro e de dança; além de orientações sobre como elaborar projetos culturais já que isto também é da lida dos grupos de teatro – “A ideia era fazer uma formação bem completa”, comenta Ana.

O terceiro e último módulo foi a concretização do espetáculo. O projeto que criaram e defenderam no segundo módulo, eles mesmos montaram – o espetáculo “Caminhos”. Os alunos souberam brincar com o cenário, trazer um figurino capaz de satisfazer as diversas histórias a serem contadas, parecem ter aprendido bem a sincronizar vozes e emoções. A apresentação conta ainda com a presença de uma banda que com instrumentos modernos, mas também de matriz africana dão ainda mais beleza e emoção à peça – imperdível.

SERVIÇO:

Espetáculo “Caminhos” – do LAC Curro Velho

Quando: Hoje, às 18h30;

Onde: Teatro do Curro Velho (Rua Nelson Ribeiro, 287, próximo à Pedro Álvares Cabral – Telégrafo)

Quanto: Gratuito.

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página