Ir direto para menu de acessibilidade.


Página inicial > Notícias > Cenógrafa do “Castelo Rá-Tim-Bum” ministra workshop no Centur
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Cenógrafa do “Castelo Rá-Tim-Bum” ministra workshop no Centur

  • Publicado: Sexta, 27 de Fevereiro de 2015, 12h13
  • Última atualização em Sexta, 25 de Dezembro de 2015, 03h47
  • Acessos: 1182

Luciene Grecco Ferreira, mais conhecida como Lu Grecco, é uma das profissionais convidadas pela Fundação Cultural do Pará (FCP) para a programação comemorativa dos 28 anos do Teatro Margarida Schivasappa (TMS). Ela é considerada uma das maiores profissionais brasileiras quando se fala em cenografia e direção de arte. A artista ministra nesta sexta, sábado e domingo, das 15h às 18h, um “Workshop de Cenografia”, na sala de ensaios “Guilherme Coutinho”, anexa ao TMS, subsolo do Centur. São ofertadas 40 vagas, todas gratuitas.

A artista irá falar sobre temas como os diferentes espaços cenográficos: palco Italiano, palco de arena, estúdios e outros; os elementos cenográficos e as técnicas construtivas de marcenaria, que envolve pisos, painéis, colunas, cubos etc. Para quem é iniciante no assunto serão abordados, ainda, a formação de uma equipe de cenografia e suas “expertises”. Materiais e técnicas serão apresentados com uso de exemplos fotográficos e será mostrado um making of do “Castelo Rá-Tim-Bum”, programa da TV Cultura, emissora onde a cenógrafa trabalhou por 12 anos.

Além destes aspectos mais técnicos, ela abordará, ainda, questões teóricas, como o surgimento da cenografia. “Ela nasceu junto com o teatro na Grécia antiga, mas como uma decoração. A cenografia que conhecemos hoje surgiu no Renascimento, quando começaram a ser construídos os edifícios teatrais. O teatro passou a ser considerado arte e no Barroco a cenografia passou a ser conceito, fazendo parte da trama”, explica Lu Grecco.

Ela também fala das diferenças entre a cenografia para o teatro e aquela que fez durante muitos anos para a televisão. “São linguagens e olhares completamente diferentes. No teatro o espectador, além de sentir toda a atmosfera do espaço (calor, luz, cheiro, tempo etc.), tem apenas os seus olhos como receptores da imagem emoldurada da cena no palco. Seus olhos vêem o que é real, palpável e que está a poucos metros de distância, em perspectiva real. Na televisão existem diversos truques de enquadramento, efeitos de pós-produção, edição etc., que enganam o olhar e tornam o irreal em real. Uma mentirada!”, brinca.

Lu Grecco atua em direção de arte, cenografia, figurinos, adereços e maquetes. Possui um atelier na Vila Madalena, em São Paulo, onde ministra aulas regularmente. É graduada em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Belas Artes e em Cenografia pelo Studio Forum Set Design Lester Polakov, de Nova Iorque. Estudou também Fotografia na Brookline High School, em Boston. Sua atuação profissional na TV Cultura de São Paulo, entre 1991 e 2003, envolveu a criação e coordenação de equipe de execução dos projetos cenográficos e direção de arte dos programas Castelo Rá-tim-bum, Cocoricó, Ilha Rá-tim-bum, R.G., Turma da Cultura e Ópera Brasil 500 Anos, entre muitos outros especiais musicais e de ficção.

28 anos de Teatro Margarida Schivasappa

Localizado no andar térreo da Fundação Cultural do Pará (FCP), o Teatro Margarida Schivasappa foi inaugurado em 26 de fevereiro de 1987. Seu nome é uma homenagem à cantora, professora e folclorista paraense Margarida Schivasappa. É um espaço destinado exclusivamente para atividades culturais, como shows musicais e espetáculos de teatro e dança, com capacidade atual para 527 pessoas.

Entre os seus projetos, o mais conhecido atualmente é o “1/4 de Arte”, que reserva as quartas-feiras para a realização de espetáculos de dança, música e teatro, com entrada franca. Neste projeto é estabelecida uma parceria entre a Fundação Cultural do Pará e o artista, que funciona a partir da isenção de cobrança de taxas prévias pelo uso do teatro.

A programação espacial de aniversário foi pensada para atender aos profissionais que se dedicam às artes cênicas e musicais.

Programação:

Atividade: Treinamento para uso da mesa de iluminação Grand MA2
Quem participa: Apenas para convidados
Onde: Sala de ensaios “Walter Bandeira”, anexa ao TMS, subsolo do Centur
Quando: dias 26, 27 e 28 de fevereiro – Manhã: 09h às 12h; Tarde: 15h às 18h
Facilitador: Kleber Martins (PA)

Atividade: Workshop de Cenografia com Lu Grecco
Quando: Hoje (27) a 1º de março, das 15h às 18h
Onde: Sala de ensaios “Guilherme Coutinho”, anexa ao TMS, subsolo do Centur
Inscrições: 3202-4316/4314 (secretaria do teatro) - 40 Vagas
Quanto: Gratuito

Atividade: Palestra sobre alinhamento de sistemas de som
Facilitador: Alexandre Rabaço (RJ)
Onde: Teatro Margarida Schivasappa, térreo do Centur
Quando: dia 2 de março de 2015, às 18h30
Inscrições: 3202-4314 (secretaria do teatro)
Quanto: Gratuito
Parceria: Movimento “Segunda Técnica” Belém

registrado em:
Fim do conteúdo da página