Ir direto para menu de acessibilidade.


Página inicial > Notícias > "Vultos do Pará", do artista plástico Faeli Moraes, abre para visita no Curro velho
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

"Vultos do Pará", do artista plástico Faeli Moraes, abre para visita no Curro velho

  • Publicado: Sexta, 08 de Março de 2019, 17h05
  • Última atualização em Sexta, 08 de Março de 2019, 17h05
  • Acessos: 445
imagem sem descrição.

A exposição “Vultos do Pará”, do artista plástico e ambientalista paraense Faeli Chaves Moraes, abre para visitação nesta segunda-feira (11), no Espaço Curro Velho. A mostra traz o olhar de um artista mobilizador eco-social que transcende o mundo artístico, transformando resíduos sólidos em objetos de grande importância para nossa cultura, história e arte.

Faeli, que já foi cria e instrutor do Núcleo de Oficinas do espaço, costuma correr atrás dos diversos materiais dos quais a comunidade dispõe. Utiliza sacolas plásticas e jornais como principal matéria-prima em suas composições artísticas; e, com isso, constrói o que são monumentos de arte cultural sustentável. O artista destaca a importância da consciência ambiental na sua abordagem. “a proposta de reutilizar gera conscientização do próprio consumo. Quando consumimos um bombom e jogamos fora a embalagem, é lixo; mas, quando pensamos em reciclar, é resíduo sólido”.

A exposição é fruto do trabalho desenvolvido por Faeli no programa "Sacolagem", que surgiu no período em que o ambientalista era membro do Curro Velho e ministrava oficinas por lá. As atividades do projeto eram realizadas nas proximidades do Distrito de Icoaraci, no bairro do Paracuri. Composta por 15 eco-bus, a mostra conta uma breve história do estado, desde o fundador da cidade de Belém até Benedito Nunes - passando por políticos, música, cultura popular, cientistas, esportistas, literários, filosofia, religião e cinema. Hoje, o artista está em processo de despedida da capital paraense; e busca parceiros para levar a exposição a outros lugares, em particular o sudeste e o sul - região na qual ele passará uma temporada. Há também o plano de levar a curadoria para a Europa, e assim espalhar ainda mais a ideia de uma cultura amazônica sustentável e artística. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página