Ir direto para menu de acessibilidade.


Página inicial > Notícias > Alunos do Curro Velho confeccionam câmeras fotográficas artesanais
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Alunos do Curro Velho confeccionam câmeras fotográficas artesanais

  • Publicado: Segunda, 06 de Novembro de 2017, 13h31
  • Última atualização em Quarta, 08 de Novembro de 2017, 10h12
  • Acessos: 919
imagem sem descrição.

Já imaginou a possibilidade de produzir a sua própria câmera fotográfica com suas próprias mãos? Parece difícil, até mesmo improvável, porém, o curso de confecção de câmeras artesanais, ofertado nas Oficinas Curro Velho da Fundação Cultural do Pará (FCP), ensinando a técnica, nos provou que sim, é possível.

Trazida de São Paulo, pelo designer gráfico e instrutor, Ítalo Brito, a oficina Pinlab – Confecção de Câmeras Artesanais, é a novidade do atual módulo de oficinas de linguagem visual, que encerra nesta quarta-feira, 8. Ministrada pela primeira vez no Curro Velho, a oficina trouxe a proposta de um laboratório envolvendo designer, abrangendo técnicas de marcenaria e fotografia, simulando o formato das câmeras analógicas tradicionais. Inclusive com o espaço para colocar o rolo de filmes.

Segundo o instrutor, Ítalo Brito, é a segunda vez que ele ministra a oficina. A primeira foi em São Paulo, onde a criou dentro de uma especialização. O instrutor conta ainda que, a proposta do curso funciona dentro de um contexto contemporâneo de fotografia, utilizando revestimentos tipo fibra e lâmina de madeira natural. Após a construção das câmeras conhecidas como pinhole (máquina fotográfica sem lente), os alunos no laboratório iniciam as experiências com as câmeras recém criadas por eles mesmos.

“É tudo feito com a mão mesmo. Os alunos já testaram e funciona de verdade. Os alunos são bem empenhados. A gente pretende fazer uma exposição com o resultado dos alunos que estão muito bons. Como instrutor, é sempre muito legal fazer esse tipo de trabalho, eu acho fantástico, pra mim é um grande prazer”, comenta Ítalo Brito.

Quando Leandro Ribeiro, de 21 anos, que já trabalha como fotógrafo e designer, viu a chance de poder fazer a sua própria câmera fotográfica, logo se interessou e se inscreveu na oficina. O aluno conta que além de aprenderem a técnica de confecção, também fizeram uma pequena passagem pela historia da fotografia, das primeiras câmeras, dos modelos ainda sem lente, que é o caso da câmera pinhole, que estão produzindo no curso.

“Criar um equipamento e poder personalizar o designer, pra mim como profissional é incrível. Outro fator legal é poder trabalhar com o papel fotográfico e fazer todo o processo de revelação manualmente no laboratório. Apesar da pinhole ser uma câmera com pouca nitidez, é possível desenvolver trabalhos artísticos sensacionais com ela. É o que eu pretendo fazer. Usá-la para experimentações artísticas”, pontua o aluno Leandro Ribeiro.

Além do curso de confecção da câmera artesanal, as oficinas Curro Velho, ofertaram neste módulo, mais três oficinas de linguagem audiovisual – fotografia contemporânea, produção de curta metragem e oficina de fotografia digital em preto e branco.

Novo módulo de oficinas

Estão abertas, a partir desta segunda-feira, 6, as inscrições do novo e último módulo de 2017 das oficinas de arte e oficio da FCP, realizadas nas unidades  do Curro Velho e Casa da Linguagem. As inscrições seguem até o dia 22 de novembro. Além dos cursos de audiovisual, será ofertado também oficinas de linguagem musical, verbal, cênica, visual, entre outras. A inscrição é gratuita para os alunos da rede pública de ensino (fundamental e médio), e para os demais é cobrado uma taxa única de 20,00 (vinte reais). As oficinas serão realizadas no período de 22 de novembro a 13 de dezembro.

Serviço:

Oficinas de Arte e Ofício do Curro Velho e Casa da Linguagem

Inscrições de 06 a 22 de novembro de 2017, de segunda à sexta-feira

Local: Núcleo de Oficinas Curro Velho, localizado no Telégrafo e Casa da Linguagem localizada na Avenida Nazaré.

Realização: 22 de novembro a 13 de dezembro de 2017

Inscrição gratuita para alunos de escola pública e taxa única de 20,00 para os demais.

registrado em:
Fim do conteúdo da página