Ir direto para menu de acessibilidade.


Página inicial > Notícias > Belém recebe o II Encontro do Sistema Estadual de Bibliotecas
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Belém recebe o II Encontro do Sistema Estadual de Bibliotecas

  • Publicado: Terça, 20 de Setembro de 2016, 17h15
  • Última atualização em Terça, 20 de Setembro de 2016, 17h15
  • Acessos: 544
imagem sem descrição.

 

 

Até amanhã, quarta-feira, 21, mais de 400 bibliotecários, profissionais da área de letras, pedagogia, contadores de histórias e universitários participam de uma extensa programação do II Encontro do Sistema Estadual de Bibliotecas, nos espaços da sede da Fundação Cultural do Pará – FCP, em Belém.

O evento é uma promoção da Diretoria de Leitura e Informação. E paralelamente será realizado o III Encontro de Contadores de História da Amazônia com o tema “Nem te conto”. A expectativa da coordenação é que mais de 500 pessoas participem do evento.

Segundo o secretário executivo do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas, Guilherme Relvas, este encontro reúne as bibliotecas públicas ativas no Estado do Pará. “Todas as bibliotecas são apoiadas pelo Sistema de Bibliotecas Públicas da FCP”, informa.

Uma das missões do Sistema é apoiar a rede de bibliotecas públicas municipais com oferta de oficinas de modernização de bibliotecas, criação de novos espaços de leituras, o uso de tecnologia da informação nas bibliotecas entre outros. Participam do evento, bibliotecários de Belém, Ananindeua, Salinópolis, Primavera entre outros.

Encontro – Até dia 21, o encontro irá trazer ao longo da sua programação painéis, cursos e oficinas interessantes com a temática sobre Biblioteca e Comunidade, o papel social das Bibliotecas Públicas, narrativas em hospitais e captação de recursos.

A temática do Encontro gira em torno da familiarização da leitura através da contação de história. “O evento reforça a importância da leitura no contexto social e valoriza a contação de história por facilitar o processo de aprendizagem”, afirma Giselle Arouck, Diretora de Leitura e Informação da FCP.

Na abertura do encontro participaram a Presidente da Fundação Cultural do Pará, Dina Oliveira; Giselle Ribeiro, do Movimento de Contadores de História da Amazônia; Professora Socorro Simões, da Universidade Federal do Pará

A escritora Lenice Gomes, que veio de Pernambuco especialmente para o evento, encantou a todos com a palestra “Histórias contadas e brincadeiras faladas para acordar os livros nas bibliotecas”.

Sobre a sua participação no evento, Lenice Gomes afirma que “foi uma interação muito grande com a plateia, eu quis fazer uma performance mesmo, passear pelo público, falar dessa riqueza que é a tradição oral. Eu sou escritora, gosto de contar histórias, vim de uma pai e mãe que contavam histórias, sempre gostei deste universo da tradição oral, das cantigas, dos versos, da histórias que sempre ouvi”, comemora a escritora.

Referência – Este ano de 2016, Biblioteca Municipal Avertano Rocha localizada no distrito de Icoaraci foi premiada no Prêmio Biblioteca Viva 2016, uma referência neste conceito de Biblioteca Viva para o Brasil.

Nesta terça-feira, a partir de 8h, haverá uma mesa sobre as experiências partilhadas, entre elas, a bibliotecária Terezinha Lima que irá apresentar o projeto da Biblioteca Avertano Rocha, que por meio do trabalho de leitura feito com os moradores de rua pode ser contemplada com edital nacional.

Programação complementares – Na noite de terça-feira, 20, a partir das 18h, haverá a programação do Sarau Literário “A Noite é uma Palavra” tendo como convidados os poetas paraenses, Heliana Barriga, Juraci Siqueira, Paulo Vieira e Clei Souza que farão declamações de poemas autorais. Na programação ainda terá a participação de alunos da Escola Estadual de Ensino Médio Princesa Izabel, do bairro do Atalaia.

O poeta convidado Clei Souza, conta que está com boas expectativas para o evento, e diz esperar um bom público para conhecer um pouco a poesia dos autores presentes. “Ser convidado para um evento como esse é muito bom porque nós temos uma grande tradição de público em teatro para a arte dramática e musical, mas não em poesia, como é comum em outros lugares. Neste sentido, o evento é ótimo para criar plateia”, completa o convidado.

 

Segundo o poeta, a FCP exerce um fundamental papel na difusão da literatura e da poesia mais especificamente com Sarau. “Acho que o sarau é importante porque coloca o poeta e a palavra no centro do palco. Valoriza poetas e sua produção junto a um público maior de leitores”, enfatiza Clei Souza.

 

A escritora Heliana Barriga também diz estar entusiasmada com mais essa edição do Sarau, e com sua participação. “Fiquei feliz, eu que fui a primeira poeta deste projeto. Quando contracenei com os grandes atores, Paulo Vasconcelos(Palhaço Palmatória), e o meu amado Paulão na poética apresentação. Fico grata e emocionada em ver que o projeto tem andamento com muita vibração, convidando outros poetas e músicos”, finaliza.

 

O “A Noite é uma Palavra” é um projeto que antes era apenas uma leitura de recital de poesia, atualmente é uma apresentação de proclamações literárias e de músicas, onde o público passa ainda mais ter o contato com o artista de uma maneira bem mais prazerosa.

 

Serviço: II Encontro do Sistema de Bibliotecas Públicas e III Encontro de Contadores de História da Amazônia

Quando: 19 a 21 de setembro de 2016

Hora: 8h às 18h

Local: Teatro  Margarida Schivasappa

Entrada franca.

registrado em:
Fim do conteúdo da página