Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade



Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Casa das Artes exibe mostra de documentários sobre mobilidade urbana

  • Publicado: Sexta, 08 de Julho de 2016, 11h07
  • Última atualização em Quarta, 13 de Julho de 2016, 15h05
  • Acessos: 1527
imagem sem descrição.

Promover o debate sobre mobilidade urbana e os problemas políticos e econômicos das grandes cidades, planejadas predominantemente para o uso de automóveis, é a proposta da Mostra "Leva e Traz" de documentários sobre mobilidade urbana. A programação ocorrerá nos dias 13, 14, 20 e 21 de julho, sempre às 18h30, no auditório da Casa das Artes, em Belém, com entrada gratuita.

Idealizada pelo Núcleo de Produção Digital (NPD) da Casa das Artes, que integra a Fundação Cultural do Pará (FCP), a mostra é mais uma das atividades voltadas a difundir a linguagem audiovisual e promover reflexão e debate sobre determinado tema. Como explica Felipe Pamplona, coordenador do NPD, a mostra Leva e Traz busca usar o poder de comunicação do audiovisual para tratar desse tema, que é tão transversal na vida das pessoas – o da mobilidade urbana.

"Percebemos que existia uma grande quantidade de filmes e documentários que tratavam do tema da mobilidade urbana com diferentes abordagens, diferentes técnicas, e a ideia foi compilar esse material para essa mostra de quatro dias, que põe em pauta esse tema tão importante”, diz Felipe Pamplona.

Experiências

Mostrar o número de cidades e experiências distintas em diferentes abordagens é o objetivo da seleção dos documentários. “Bike Vs. Cars”, por exemplo, do cineasta sueco Fredrik Gertten, traz à tona o embate entre ciclistas e condutores de automóveis, mostrando o uso indiscriminado do carro no planeta, com ênfase em cidades como São Paulo (Brasil), Toronto (Canadá) e Copenhague (Dinamarca).

“Em Trânsito” é um curta do diretor pernambucano Marcelo Pedroso, com uma abordagem experimental. É uma ficção, em que um personagem é confrontado a figuras de poder que representam o desenvolvimentismo no Brasil. “O interessante dessa mostra, dos filmes que foram selecionados, é que eles tocam no tema da mobilidade urbana através desse ‘deslocar’ do cidadão e o consumo dessa pessoa aos serviços da cidade por diferentes tipos de análise. Esse tema é um nó que a cidade contemporânea tem que desatar”, ressalta Felipe Pamplona.

Serviço:
Mostra Leva e Traz de documentários sobre mobilidade urbana. Nos dias 13, 14, 20 e 21 de julho, às 18h30, na Casa das Artes. Entrada franca.

Programação

13/07 – Quarta-feira - “Bikes X Cars”, do diretor Fredrik Gertten

Em tempos de uma crise generalizada, é necessário relacionar algumas discussões no que tange ao clima, recursos naturais e cidades. A indústria automobilística cresce desenfreadamente. Ciclistas militantes buscam mudanças radicais na mobilidade das grandes cidades. As diferenças no uso de bicicletas e de carros são gritantes em algumas cidades, como São Paulo e Copenhague.

14/07 – Quinta-feira - “Pedais Pensantes”, do diretor Marcelo Zerwes

Em uma megalópole dominada pelo carro, um grupo de pessoas luta pelo direito à bicicleta, não só como meio de transporte, mas também como ferramenta poderosa de transformação individual e coletiva. Em "Pedais Pensantes", alguns dos principais cicloativistas de São Paulo questionam a realidade atual e propõem um novo conceito de cidade e cidadania, tendo a bicicleta como elemento central.

“E”, dos diretores: Alexandre Wahrhaftig, Helena Ungaretti, Miguel Antunes Ramos

"Estacionamento. Es-ta-cio-na-men-to. Do latim, statio. Ficar de pé, ficar parado".

“Em Trânsito”, do diretor Marcelo Pedroso

"Elias, em trânsito".

“O Paradoxo da Espera do Ônibus”, do diretor Christian Caselli

Homem espera em vão o ônibus. Em vão? Ora, se o ônibus está demorando, então ele está mais perto de chegar. Baseado em várias histórias reais. Desenho desanimado de Christian Caselli. Desenhos de Gabriel Renner e narração de Chico Serra.

20/07 – Quarta-feira - "Rio Doce CDU", da diretora Adelina Pontual

O cotidiano de uma viagem pelo itinerário da linha de ônibus Rio Doce/CDU, que cruza vários bairros do subúrbio das cidades de Olinda e Recife (Pernambuco). Ao longo de quase uma hora de viagem, conhecidos e anônimos dividem o mesmo espaço e interagem entre si, revelando suas rotinas, lembranças e desejos.

21/07 – Quinta-feira - “Impasse”, dos diretores Fernando Evangelista e Juliana Kroeger

Em maio e junho de 2010, milhares de pessoas foram às ruas de Florianópolis (SC) para protestar contra o aumento da tarifa do transporte coletivo. Além de cenas que não foram exibidas em nenhuma tevê, incluindo flagrantes de violência durante os atos públicos, “Impasse” revela o que pensam usuários, trabalhadores, especialistas e empresários do transporte.

“Caminhando com Tim Tim”, do diretor Genifer Gerhardt

Curta-metragem, com texto, narração e toque de sanfona de Genifer Gerhardt e música original de Renatinho Muller, conta a história do menino Valentim, que mora a duas quadras de sua avó, e nessa pequena viagem é mostrado o ângulo de visão do menino, sem mostrar em nenhum momento o rosto dos adultos.

registrado em:
Fim do conteúdo da página