Ir direto para menu de acessibilidade.


Início do conteúdo da página

Corpo-Máquina, de Jean Ribeiro

Publicado: Quinta, 15 de Março de 2018, 12h46 | Última atualização em Sexta, 03 de Maio de 2019, 11h14 | Acessos: 253

Corpo-Máquina de Jean Ribeiro

corsite

Corpo-Máquina

A gravura como forma de arte é, com certeza, uma das mais representativas. O artista - Jean Ribeiro, nessa estrada de dezesseis anos de arte, tem o controle total do corpo e da mente no ato rude de entalhar a madeira bruta ou a lâmina dura do metal.

Com esse domínio do corpo e da mente o artista tem colocado a gravura como um ato estético, original e autônomo, expressando o pessoal, a sua sensibilidade, em um sistema de produção e experimentação com gravuras profundamente entalhadas, buriladas, e relacionadas ao corpo humano,  comparando-o à uma máquina que está em constante produção-movimento.

Na relação corpo-máquina, o corpo é o ponto de vista e o ponto de partida, como um feixe de processos no qual todos os sentidos, a percepção e o conhecimento, são ativados simultaneamente. Essa afirmação nos expõe que, apesar de estar ligado a uma máquina, o corpo humano continua sendo o responsável pelas alterações perceptivas que podemos ter.

É nesse sentido que as gravuras de Jean Ribeiro revelam o íntimo, a parte interior do corpo humano, o lugar mais profundo de um ser, e como num ato de impressão que implica cumplicidade, o artista grava detalhes que ficam registrados na matriz para sempre.

Pois o corpo é uma estrutura nem muito eficiente, nem muito durável, com frequência ele funciona mal e se cansa rapidamente, é suscetível a doenças e está fadado a uma morte certa e iminente.  Portanto, não há nada mais misterioso e familiar, complexo e impressionante do que o nosso organismo, o coração bombeando sangue oxigenado para todo o corpo, o cérebro, os ossos, estruturas do nosso esqueleto unidas por ligamentos, faz com que enfrentemos cada dia de forma entusiasta e intensa, levando o ser humano a alcançar os mais notáveis e extraordinários feitos.

 Glauce Santos

 

corpo      

exposio

 

mquina

 

 

                                      

SERVIÇO:

Exposição: Corpo-Máquina de Jean Ribeiro

Abertura: 15 de março de 2018, às 19h

Visitação: de 15 de março a 13 de abril de 2018, de segunda a sexta, das 9h às 18h.

Local: Galeria Theodoro Braga, Térreo/Centur, Av Gentil Bittencourt, 650, Nazaré-Belém.

[veja+]

Fim do conteúdo da página