Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade



Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Mostra Cultural Hip Hop marca o encerramento de oficinas de cultura de rua na Praça do Povo

  • Publicado: Quarta, 06 de Novembro de 2019, 18h27
  • Última atualização em Quarta, 06 de Novembro de 2019, 18h27
  • Acessos: 468
Foto: Bárbara Nunes.
imagem sem descrição.

Ocorreu na tarde desta quarta-feira, 06, na sede da Fundação Cultural do Pará, a Mostra Cultural Hip Hop, com batalhas de MC, apresentações de break dance e DJs, além da presença de nomes ilustres da cena local. O evento teve organização de Everton MC e foi a culminância de oficinas da cultura hip hop que celebrou o estilo e levou sua história para jovens da periferia.

Os alunos puderam conferir documentários, além de rodas de conversas e praticar suas rimas escritas e improvisos entre os dias 21 de outubro e 06 de novembro. Uma das alunas, Amanda Souza da Costa, conhecida como Amanda Miau, conta que não quis ficar de fora pois sua irmã gêmea é poetisa e vem ganhando cada vez mais notoriedade em batalhas do estilo, mas conta que ainda sente falta de uma presença feminina maior na cena paraense.

“Eu me inspiro em cantoras como Bruna BG e Ruth Clark, e vejo que ainda não têm batalhas só de meninas, tanto que eu me sentiria mais à vontade para rimar sobre coisas que eu gosto, como amor e vivências. Ainda tenho receio de batalhar apenas contra homens”, disse Amanda, que foi a única mulher a participar dessa edição das batalhas e saiu vitoriosa de sua primeira rodada.

Mesmo com o sucesso do evento, o organizador Everton MC ainda diz que existem barreiras a serem vencidas para trazer essa cultura, nascida na periferia, para espaços do centro da cidade.

“Nós vemos que o jovem precisa de um estímulo além da sala de aula, ele precisa da arte. Conseguimos trazer a dita ‘cultura de rua’ para espaços públicos como a Fundação Cultural do Pará e o resultado é esse: todo mundo se divertindo, dançando e cantando. Essa é a cultura hip hop de fato”, explica o artista.

registrado em:
Fim do conteúdo da página