Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade



Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Casa das Artes exibe documentário sobre realidade do ensino médio do Brasil

  • Publicado: Quinta, 13 de Setembro de 2018, 17h25
  • Última atualização em Quinta, 13 de Setembro de 2018, 17h25
  • Acessos: 27
imagem sem descrição.

O documentário “Nunca Me Sonharam”, longa-metragem de Cacau Rhoden, estreia na próxima segunda, 17, às 19h, no Cine Clube Alexandrino Moreira, na Casa das Artes. A película expõe os desafios do momento, as expectativas para o futuro e os sonhos de quem vive a realidade do ensino médio nas escolas públicas brasileiras. A entrada é franca.

O filme retrata diversas histórias de estudantes que tiveram de abandonar seus estudos para trabalhar, que deixaram as salas de aula por sentirem que não estavam conseguindo acompanhar o desenvolvimento dos outros colegas ou que simplesmente não entendem como o que eles aprendem na escola pode se tornar útil para a sua vida e seu futuro.

Duas realidades estão colocadas no filme: por um lado a lei brasileira garante a educação no Brasil - pois o artigo 205 da Constituição Federal diz que a educação é um direito de todos e um dever do Estado e da família - e por outro lado a realidade não é essa - já que segundo pesquisa do IBGE de 2015, 82% das crianças e jovens de até 19 anos frequentam escola pública, e 1,6 milhão de adolescentes de 15 a 17 anos estão fora das salas de aula.

E é nesse contexto que o documentário se propõe a traçar um panorama sobre o ensino médio nas escolas públicas do país, com diferentes pontos de vista, principalmente a partir dos estudantes, através de relatos de jovens, professores, diretores de escolas e especialistas. O objetivo é mostrar o valor da educação, os desafios do presente, as expectativas para com o futuro e os sonhos daqueles que vivem essa realidade.

Serviço: O filme “Nunca Me Sonharam” será exibido na próxima segunda, 17, às 19h, na Casa das Artes, que fica na Praça Justo Chermont, 236. Entrada franca.

registrado em:
Fim do conteúdo da página