Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade



Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Cine Líbero Luxardo comemora os 100 anos de Ingmar Bergman

  • Publicado: Terça, 10 de Julho de 2018, 14h00
  • Última atualização em Terça, 10 de Julho de 2018, 14h00
  • Acessos: 200
imagem sem descrição.

Nesta quinta-feira, 12, às 18h, inicia o “Centenário Ingmar Bergman” no Cine Líbero Luxardo, da Fundação Cultural do Pará (FCP), comemorando os 100 anos do cineasta sueco Ingmar Bergman. A mostra, organizada pela Embaixada da Suécia em Brasília, com distribuição da FJ Cines, contará com a exibição de cinco obras do diretor, até o dia 18 de julho, “Persona”, “Morangos Silvestres”, “O Sétimo Selo”, “Gritos e Sussurros” e “Sonata de Outono”.

O Cine Líbero Luxardo, que já exibiu anteriormente outras obras de Bergman, foi escolhido para reverenciar os 100 anos do diretor em Belém. João Cirilo, técnico em gestão cultural do cinema, fala sobre a mostra. “Agora é a oportunidade de ver as principais obras de Bergman reunidas numa mesma ocasião, para serem vistas em tela grande, em versões restauradas” comenta sobre a oportunidade do centenário.

Os filmes da mostra abordam temas que são marcas cinematográficas do diretor. “Morangos Silvestes” e “O Sétimo Selo” debatem sobre a morte, o último título ainda conta com a participação personificada da morte como personagem. “Persona” traz angústias entre o mistério e o amor, num thriller sobre identidade e semelhança física de duas mulheres. “Sonata de Ouro” tem a tensão familiar, sentimentos de rancor e problemas mentais como abordagem. “Gritos e Sussurros”, vencedor do Oscar de Melhor Fotografia, traz o isolamento e dores do passado num tom claustrofóbico.

Ingmar Bergman – nascido em 14 de julho de 1918, em Uppsala (Suécia), dirigiu 56 filmes e 170 peças em toda sua carreira, falecendo em 30 de julho de 2007. Formado na Universidade de Estocolmo, o cineasta realizou aclamados e influentes filmes, como os que serão transmitidos pelo Cine Líbero Luxardo. Bergman ficou conhecido como o maior cineasta da Escandinávia, que ajudou a reinventar o cinema, recebendo nove indicações ao Oscar e faturando seis estatuetas.

A última obra cinematográfica de Bergman foi publicada em 2003, mas seu legado permanece vivo, e será lembrado em seu centenário contemplado pelo Cine Líbero Luxardo, localizado no Centur. Os filmes estarão em exibição durante os horários de 18h e 20h, com preços de R$12,00 a inteira e R$6,00 a meia entrada.

SERVIÇO

CENTENÁRIO INGMAR BERGMAN

Dia 12/07
18h - PERSONA
20h - MORANGOS SILVESTRES

Dia 13/07
18h - O SÉTIMO SELO
20h - GRITOS E SUSSURROS

Dia 14/07
18h - SONATA DE OUTONO
20h - PERSONA

Dia 15/07
18h - MORANGOS SILVESTRES
20h - O SÉTIMO SELO

Dia 18/07
18h - GRITOS E SUSSURROS
20h - SONATA DE OUTONO

Local: Cine Líbero Luxardo do Centur
Preço: Inteira: R$ 12,00 | Meia: R$ 6,00

registrado em:
Fim do conteúdo da página