Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade



Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Começa nesta segunda-feira, 15, a Mostra Pulsar no Cine Alexandrino Moreira

  • Publicado: Sexta, 12 de Janeiro de 2018, 08h43
  • Última atualização em Terça, 16 de Janeiro de 2018, 12h37
  • Acessos: 251
imagem sem descrição.

A partir desta segunda-feira (15), a Fundação Cultural do Pará (FCP), por meio do Cine Alexandrino Moreira da Casa das Artes, exibe durante a semana, até o dia 19 de janeiro, a Mostra Pulsar, que traz produções de cineastas genuinamente paraenses. A entrada é franca e as sessões começarão sempre às 19 horas.

Entre as produções exibidas neste primeiro dia está o curta ficcional “Ruína”, de Débora Macdowel. O curta conta a história de Dominique, uma dona de bar na Ilha de Cotijuba, que contrata um jovem como garçom. A trama mostra que a rotina da praia paradisíaca não traduz o passado de ilha-presídio que ecoa nos percursos do novo ajudante.

Segundo a cineasta, a ideia desta produção surgiu de seu próprio interesse por histórias obscuras de Cotijuba. “Começou a partir do surgimento do educandário Nogueira de Faria e a perpetuação do encarceramento da população periférica em Belém, como solução falida para a criminalidade urbana”, afirma.

Débora exalta a realização e a finalidade da Mostra Pulsar. “Fico contente de ver um evento que reconheça o audiovisual local, em especial os novos realizadores. Iniciativas de exibição e fomento à produção ainda são muitos necessárias aqui em nosso estado”, comemora.

Mostra Pulsar – Durante os quatro dias de duração, a Mostra exibirá 11 produções paraenses de 2017, entre ficção, documentário e animação. Na estreia, além do curta “Ruína”, o Cine Alexandrino Moreira exibe o filme “Orla”, de Mateus Moura, o documentário “O Caminho das Pedras”, de Alexandre Nogueira e Fernando Segtowick, e a animação “Adão”, de Rafaela Cândido.

O técnico Audiovisual da FCP e um dos responsáveis pelo evento, Felipe Pamplona, revela que o nome da Mostra remete a impulsionar e dar força para o coletivo de cineastas. “Quando juntamos o coletivo ele ganha força e traça o panorama do momento. Isto é interessante enquanto instituição pública”, comenta.

Felipe afirma que a iniciativa da FCP busca estabelecer o critério de contemplar várias linguagens, como produções independentes, longa-metragem, documentários, curtas e animações “A ideia principal é celebrar o que está sendo produzido em Belém, para termos um panorama. Muito mais do que celebrar a cidade em si, mas sim as pessoas que residem, os artistas e os realizadores atuantes aqui”, ressalta.

Serviço:

Mostra Pulsar

Programação:

15/01

Filme: Orla

Diretor: Mateus Moura

Formato: Ficção

Duração: 28 minutos

Filme: Ruína

 

Diretor: Débora Mcdowell

Formato: ficção

Duração: 20 minutos

 

Filme: O Caminho das Pedras

Diretor: Alexandre Nogueira e Fernando Segtowick

Formato: documentário

Duração: 26 minutos

 

Filme: Adão

Diretor: Rafaela Cândido

Formato: Animação

Duração: 20 minutos

 

Dias: 15, 16, 17, 18 e 19

Horário: a partir das 19h

Local: Cine Alexandrino Moreira, localizado na Casa das Artes, Praça Justo Chermont nº 236

Entrada franca

registrado em:
Fim do conteúdo da página