Ir direto para menu de acessibilidade.

Opções de acessibilidade



Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Galeria Theodoro Braga recebe a exposição “Terra Sobre Fogo"

  • Publicado: Quinta, 18 de Maio de 2017, 13h35
  • Última atualização em Quinta, 18 de Maio de 2017, 13h35
  • Acessos: 182

 

Nesta sexta-feira, 19, a exposição “Terra sobre Fogo”, contemplada no Edital Pauta Livre 2017, abre às 19h, na Galeria Theodoro Braga, trazendo imagens que fizeram parte das memórias afetivas da artista Isabela do Lago. A mostra traz imagens em pintura, papel e material audiovisual.

“Terra sobre fogo” retrata a busca poética de uma visão muito íntima sobre a memória de diversas pessoas idosas com quem a artista conviveu, e ainda convive, na estrada da vida, aliado a construção de pensamento da cultura tradicional de matriz africana, onde terra, fogo e vento transcendem dimensões temporais e espaciais nos acontecimentos.

Isabela do Lago comemora neste mês de maio seus 20 anos de pintura e pela primeira vez realiza uma exposição individual. “A exposição retrata a imaterialidade do sentir, a pulsação do pensar em memórias involuntárias onde o movimento criativo fluiu suavemente do olhar individual a uma valsa coletiva. E assim, somam-se a esta montagem a realização de um poema filmado, onde conto com a participação de Edne Maués no 'Guião do Caçador', realizado em nossas andanças desde 2014 Marajó adentro”, comenta.

Segundo a artista, a exposição compõe um trabalho com registros importantes das vidas de outras pessoas. “A variação tônica de dispositivos sensoriais que compõe este trabalho foi feita a partir do momento em que eu comecei a trabalhar com a oralidade e escutando as pessoas idosas, registrando essas pessoas em retratos e em minha memória os relatos importantes de suas vidas, como vivências, lutas, memórias políticas, experiências de fé, amores, dores, fatalidades e outras situações”, explica.

Isabela do Lago comenta, ainda, que “a educação é passada dos mais velhos para os mais novos através de contos e cantigas; atualmente essa educação vem perdendo lugar a outras formas de viver e ver, a fala dos anciãos e anciãs vem sendo desqualificada pela juventude, gerando incompletudes de memória e prejuízos para a preservação de muitos saberes ancestrais que ainda caminham por cima da folha, por baixo da folha, em qualquer lugar, por isso meu trabalho foi para ressaltar essa importância”, finaliza.

A exposição “Terra sobre fogo” fica aberta para visitação até o dia 17 de julho, no horário de 9h às 18h, de segunda a sexta-feira, na Galeria Theodoro Braga no subsolo do Centur.

Serviço:

Abertura da “Terra Sobre Fogo”

Data: 19 de maio de 2017 (Sexta-feira)

Hora: 19h

Local: Galeria Theodoro Braga - Av. Gentil Bittencourt, 650 – Térreo

Entrada franca

registrado em:
Fim do conteúdo da página